Fernando Molina-Campuzano, psicólogo clínico, Espanha.

Quando um paciente decide obter informações sobre o extensor de aumento do pênis, muitos aspectos psicológicos devem ser levados em consideração: razões para sua solicitação, fatores motivadores e expectativas são de extrema importância para o manejo de cada caso.

Classificação do paciente com base em estudo psicológico
1. Aspectos psicológicos:
Em cada tratamento, os fatores psicológicos desempenham um papel importante durante a consulta, desenvolvimento e avaliação do tratamento e avaliação pós-tratamento.

2. O medico:
As expectativas do paciente que busca informações sobre o aumento peniano devem ser determinadas. O paciente espera encontrar um médico que possa explicar o processo detalhadamente de maneira profissional e confidencial.

3. O paciente:
Ao ouvir atentamente o paciente, o médico pode avaliar seus objetivos e expectativas. Não se deve generalizar com pacientes diferentes, uma vez que existem diferentes razões e traços de personalidade envolvidos nos objetivos do paciente para usar o Andropenis®. Alguém gostaria de avaliar cuidadosamente os traços de personalidade que envolvem insegurança, melhoria de papel e melhoria de relacionamento. Desde que identifiquemos os objetivos do paciente e o lembremos de seus objetivos, o médico ajudará a manter o interesse do paciente, alcançando uma adesão mais eficaz durante o período de tratamento.

4. Classificação do paciente de acordo com fatores motivadores:
Tipo I:

Objetivos Primários: Tamanho. Objetivos Secundários: Reforçar a autoconfiança nas relações sexuais, alcançar maior desejabilidade, evitar rejeição e solidão, fazer parte do círculo dos vencedores e melhorar o prazer dado ao seu parceiro sexual. Um protótipo de paciente é um indivíduo de 40 anos que, pela primeira vez na vida, é confrontado com disfunção erétil. Ele percebe uma diminuição do comprimento de seu pênis ou diminuição da virilidade. Neste caso, explicando que o crescimento do tecido e a neovascularização causada pelo tratamento melhora não apenas a qualidade das ereções, mas também o comprimento do pênis e uma sensação de virilidade, o (s) objetivo (s) do paciente será (ão) alcançado (s).

Alterações emocionais importantes, que afetam o paciente, são prontamente observáveis. Às vezes, no entanto, pode haver uma mudança na atitude do parceiro, que pode apresentar um conjunto inteiramente novo de problemas para o paciente. Tentativas de ajudar o paciente a identificá-las podem ser úteis, especialmente se a rejeição for um problema. É provável que este paciente evite a intimidade e tenha uma ausência de relacionamentos emocionais ou sexuais. Eles podem constantemente buscar interações superficiais, em algum grau, para compensar as frustrações pessoais, que podem ter se originado em sua juventude (L. Festiger, 1975). Precisamos transmitir confiança ao paciente, com a certeza de que seu pênis vai crescer e que a qualidade de sua ereção também irá melhorar. Quando eles percebem um pênis de uma dimensão maior, a auto-estima do paciente também deve melhorar. O paciente se considerará um amante melhor e sentir-se-á mais orgulhoso de seus atributos sexuais. Como resposta ao mito fálico, ele provavelmente verá um aumento do desejo sexual em seu parceiro, o que pode melhorar as preliminares e melhorar as expectativas positivas do coito. O paciente receberá todas essas informações como um feedback. O aumento da confiança e da auto-estima farão com que sua abordagem sexual se acalme e relaxe, ajudando automaticamente a ativar o sistema nervoso parassimpático – um fator-chave na ereção.

Tipo II:

Objetivo Primário: Obter um pênis de dimensões normais ou médias. Objetivo Secundário: Eliminar a insegurança, os complexos, a solidão e a rejeição.

Estamos falando de um paciente com pênis menor que a média ou de um pênis pequeno que cria um complexo de inferioridade no paciente. Alguns desses indivíduos evitam situações em que sua nudez será exposta (camarins, praias, encontros sexuais, etc.). Eles apresentam pensamentos obsessivos sobre sua nudez, que são focados no tamanho do pênis. Tais indivíduos, durante sua consulta, expressam sentimentos de serem observados e talvez de serem ridicularizados devido ao pequeno tamanho de seu pênis. Este indivíduo quer ter certeza de que o crescimento será tanto em ereção (para satisfazer suas próprias necessidades quanto nas de seus parceiros) e em flacidez (já que eles se sentem observados e criticados por outros).

No início, esses pacientes podem não parecer esperar resultados do tratamento, mas devido à sua alta motivação pessoal, e depois de receber as informações científicas apropriadas, eles geralmente decidem iniciar o tratamento. Eles têm o índice de conformidade de tratamento mais alto e tendem a usar o dispositivo por mais de 10 horas por dia. Apesar de estarem muito entusiasmados com o tratamento, se não virem resultados a curto prazo (1-2 meses), questionam a eficácia do tratamento. Nesses casos, recomenda-se instruir o paciente que o primeiro mês é um período de adaptação e continuar o tratamento 11 horas por dia durante o primeiro mês e meio para acelerar o crescimento. Alterações emocionais importantes, que afetam o paciente, são prontamente observáveis. Às vezes, no entanto, pode haver uma mudança na atitude do parceiro, que pode apresentar um conjunto inteiramente novo de problemas para o paciente. Tentativas de ajudar o paciente a identificá-las podem ser úteis, especialmente se a rejeição for um problema.

Durante o tratamento, esses indivíduos exigem uma orientação parental e um apoio contínuo do médico.

Tipo III:

Objetivo Primário: Obter um pênis de grandes dimensões.

Objetivo Secundário: Eles geralmente possuem traços narcisistas com os objetivos de provocar o desejo sexual de seus parceiros e admiração por outros. Eles acreditam que com um pênis maior, eles pertencerão ao grupo de elite dos vencedores. Alguns pacientes encontram dificuldades em estabelecer relacionamentos pessoais significativos e baseiam sua comunicação em ativos sexuais, o que os faz sentir-se confortáveis ​​e mais seguros. Estamos falando em 4 categorias:

A – Os machos em um relacionamento estável: aqueles que querem obter um pênis maior para melhorar seu relacionamento e introduzir novas formas de jogo que gratifiquem os dois indivíduos. Eles buscam uma mudança em sua rotina. Eles tendem a ter meios financeiros para procurar tratamento.
B – Machos sem relacionamento estável: aqueles que têm múltiplos parceiros sexuais. Eles encontram gratificação em tais relacionamentos. Eles têm muito orgulho de seu físico, de sua aparência e de seu grande pênis (“Teoria Psicoanalítica das Neuroses”, Fenichel, 0-1987).
C – Desportista: aqueles que investem muito tempo e dinheiro em seu físico e traços e que são narcisistas. Eles freqüentam lugares onde podem se exibir (praias de nudismo, piscinas, vestiários, etc …), pois se sentem muito à vontade e sabem como conquistar a admiração dos outros.
D – Homossexuais: esses homens geralmente dão muita importância ao tamanho do pênis. Geralmente, há uma necessidade menor de ser convencido sobre a eficácia do tratamento, mas quando esses pacientes obtêm 1 ou 2 cm de crescimento, eles freqüentemente abandonam o programa prematuramente. A conformidade é incentivada.

Tags: pênis, aumento do pênis, extensor do pênis, ampliador do pênis, aumentar o pênis, aumentar o tamanho do pênis, alongamento do pênis, andropenis, saúde do pênis, saúde do homem, saúde sexual masculina, saúde sexual, vida sexual, homens